Estudantes de Fisioterapia atendem pacientes carentes

em Ação Social

Estudantes de Fisioterapia atendem pacientes carentes

Dona Ledice Ferreira de Moura, de 70 anos, sofre há anos com dores nos joelhos causadas pela artrose. Em dias de crise
precisa contar com o auxílio de uma bengala para se movimentar. Para minimizar o incômodo, desde fevereiro ela faz
fisioterapia – em casa – duas vezes por semana. Ela é uma das pacientes atendida de forma gratuita na Vila de Ponta
Negra por estudantes de Fisioterapia da Universidade Estácio, em Natal. “O trabalho delas alivia a minha dor. Eu sinto
que melhora muito. Eu não teria condições de pagar por esse tratamento e se tivesse como pagar não teria como agradecer
porque me faz muito bem”, diz a aposentada.

Se o atendimento beneficia Dona Ledice e outros pacientes, contribui mais ainda com o crescimento profissional
das estudantes. É o que acredita a universitária Sheyla Damasceno, de 21 anos, que passou pouco mais de uma hora
atendendo Dona Ledice. “Foi a primeira vez que eu atendi alguém em casa. Se não fosse a fisioterapia talvez ela
(Dona Ledice) estivesse bem pior. A fisio tira a dor dela, deixa ela mais ativa, mais independente, se não tivesse
a fisio talvez ela tivesse que usar a muleta constantemente. Eu sei que eu estou ajudando ela, mas ela também
está me ajudando muito, contribuindo para o meu aprendizado”, disse.

Fonte: O Globo